Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2840
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: O PERFIL DOS EGRESSOS DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UFAM E O MERCADO DE TRABALHO
metadata.dc.creator: Denise Alcântara Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor1: Enimar Jerônimo Wendhausen
metadata.dc.description.resumo: A profissão de economista foi regulamentada no Brasil em 1951, com a Lei nº 1.411. Período em que o Brasil realizou as primeiras tentativas de planejamento da economia. O economista pode exercer as suas atribuições tanto na esfera pública, como na privada e mista. Por sua vez, com as transformações ocorridas na economia mundial nos anos 80, o mercado de trabalho passou a sofrer novas exigências, verificando-se a necessidade de um trabalhador mais qualificado e melhor preparado. Esta nova configuração do trabalho passou também a gerar um debate sobre as novas exigências em relação à educação e à formação dos trabalhadores, decorrência das inovações tecnológicas e organizacionais na empresa. Surgem novas profissões, outras desaparecem assim como são exigidas mudanças no perfil profissional de trabalhadores de diversas áreas. Com o economista não é diferente, pois com a economia em constante transformação, este profissional deve ser capaz de perceber todas as mudanças ocorridas no âmbito da economia mundial e local, e saber utilizar os instrumentos fornecidos pela Ciência Econômica para exercer as suas atribuições da melhor maneira possível. Para tanto, passa-se a exigir deste uma sólida formação teórica, histórica e quantitativa. Conhecer o perfil e o mercado de trabalho para o economista em Manaus é importante, pois pode-se apreender com os equívocos e acertos em relação à preparação destes, para exercerem as atividades inerentes à profissão. A partir do exposto, a pesquisa a ser realizada tem como objetivo geral identificar o perfil e a inserção dos egressos do curso de Ciências Econômicas da UFAM no mercado de trabalho no município de Manaus, diplomados no período de 1995 a 2003, para avaliar a adequação da formação do economista as exigências do mercado de trabalho e contribuir futuramente com as mudanças promovidas na estrutura curricular do curso. Apresentam-se como objetivos específicos: a) Traçar o perfil dos egressos do curso de Ciências Econômicas da UFAM; b) verificar as atividades desenvolvidas pelos egressos de economia da UFAM no mercado de trabalho; e c) registrar as opiniões dos egressos em relação à formação obtida e a exigida no mercado de trabalho. Trata-se de uma pesquisa quantitativa e qualitativa e pelo fato de partir da observação da realidade é considerada uma pesquisa empírica. Quanto ao objetivo da pesquisa, considerando a classificação realizada por Gil (1999), a mesma é uma pesquisa exploratória e com relação aos procedimentos técnicos, caracteriza-se como uma pesquisa bibliográfica e documental. O universo da pesquisa consiste nos egressos diplomados no período de 1995 a 2003 no curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal do Amazonas. O método de seleção da amostra será probabilística aleatória simples. Palavras-chaves: Economia; Mercado de trabalho; Qualificação.
Abstract: 
Keywords: Economia
Mercado de trabalho
Qualificação
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Sociais Aplicadas: Economia dos Recursos Humanos
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Economia e Análise
Faculdade de Estudos Sociais
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2840
Issue Date: 31-Jul-2012
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.