Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2976
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Características morfológicas das vísceras, desenvolvimento gonadal e fauna parasitária de matrinxãs Brycon amazonicus do cultivo e da natureza.
metadata.dc.creator: Arielly Alves Pereira
metadata.dc.contributor.advisor1: Ana Lúcia Silva Gomes
Resumo: A piscicultura tem se desenvolvido intensamente no Estado do Amazonas, principalmente nos últimos anos. O número de empreendimentos que se dedicam a produção de alevinos ou a obtenção de exemplares para o consumo é cada vez maior, porém, a partir do momento em que se confinam os animais em altas densidades, alteram-se as inter-relações entre os peixes e as propriedades físico-químicas e biológicas da água. Ao se mudar as condições ambientais naturais, problemas de ordem nutricional e condições de estresse deixam os animais mais susceptíveis a doenças. Estas doenças podem ser tanto de caráter fisiológico como morfológico. Alterações morfológicas podem ser de origem variada, pelo manejo alimentar inadequado, por condições genéticas, por características ambientais dentre outras. Descrever as características morfológicas de um peixe saudável é o primeiro passo para reconhecer, no mesmo, alterações patológicas. Conhecer como diferentes fatores influenciam a qualidade de uma boa matriz reprodutora é importante em um sistema de produção intensiva. Portanto, dada a pobreza de dados a respeito das características morfológicas, histopatológicas e estruturais da anatomia de peixes amazonicus e sua relação com as condições ambientais, existe a necessidade de desenvolver pesquisas que tenham como objetivo descrever a estrutura anatômica e histológica de matrinxã e relacionar os dados obtidos com os exemplares que apresentem alterações patológicas. Assim sendo, o presente trabalho tem como objetivo estudar a morfologia de matrinxãs comparando exemplares obtidos do cultivo com da natureza. Partindo-se destas condições pode-se relacionar os resultados obtidos com a influência de variáveis ambientais e a partir de então mitigar os fatores que possam estar atuando no crescimento e desenvolvimento de matrinxãs de cultivo. Inicialmente esta proposta tinha como objetivo comparar aspectos anatomopatológicos de matrinxã obtida em cativeiro do ponto de vista saudável e doente, porém ao longo do estudo foi sentida a necessidade de se fazer alguns ajustes metodológicos. Esta necessidade se justificou em função dos exemplares mantidos em cativeiros estarem sempre expostos a situações de estresse, o que, de alguma forma causou alguma alteração anatômica ou fisiológica, prejudicando a meta de caracterizar uma matrinxã saudável. Para sanar esta falha foi necessário coletar exemplares de matrinxã na natureza e compará-los com os de ambiente cultivado. Até o momento já foram coletados matrinxã em sistema de viveiro escavado, canal de igarapé e tanques-rede. Faz-se necessário, portanto, coletar exemplares no ambiente natural e fazer mais algumas coletas em cativeiro para fechar certas classes de tamanho que não puderem ser adquiridas. Com a adequação sugerida na metodologia, acredita-se contribuir para uma maior robustez nos dados levantados e uma melhor aplicação dos resultados obtidos.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: caracterização, matrinxã, sanidade
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Agrárias: Anatomia Patologia Animal
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Biologia
Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2012
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2976
Data do documento: 31-jul-2013
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.