Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3029
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Estrutura populacional do camarão Macrobrachium brasiliense (Heller, 1868) (Crustacea, Decapoda, Palaemonidae) capturados em canais próximos ao Rio Carú no Município Itacoatiara (AM)
Autor(a): Leo Jaime Filgueira de Oliveira
Orientador(a): Gustavo Yomar Hattori
Resumo: Os camarões do gênero Macrobrachium são importantes componentes de ecossistemas de água doce e estuarinos com distribuição circuntropical. O camarão Macrobrachium brasiliense (Heller, 1868) é um palaemonídeo que apresenta ampla distribuição no território brasileiro, porém há pouca informação a respeito da biologia populacional dessa espécie. O presente estudo visa determinar a estrutura populacional de Macrobrachium brasiliense capturados no Rio Carú. Os exemplares serão analisados quanto a razão sexual, distribuição sazonal e distribuição de frequência por classe de tamanho (mm). Fatores ambientais relacionados a água (temperatura, condutividade e pH) e sedimento (análise granulométrica e de macro e micronutrientes) dos locais de captura serão registrados para verificar possíveis influência na estrutura populacional da espécie. Coletas mensais serão realizadas de Agosto/2012 à Julho/2013. A captura será padronizada por duas pessoas durante duas horas com auxílio de rede de arrasto de 1x2m, dois puçás de 32x70cm e dez covos de bambú utilizando iscas de resíduos de pescado. Os exemplares de M. brasiliense capturados serão encaminhados até o Laboratório de Zoologia do ICET/UFAM, onde serão fixados em formol a 10% e posteriormente mantidos em álcool 70%. Os exemplares de pequeno porte serão mensurados utilizando um sistema de imagem acoplado a um estereomicroscópio, por registros fotográficos dos exemplares coletados. Todos os indivíduos serão sexados de acordo a morfologia do segundo par de pleópodos. O comprimento total (CT), compreendido entre a órbita e a extremidade distal do telso, e o comprimento do cefalotórax (CC), compreendida entre a órbita e a extremidade posterior do cefalotórax serão mensurados com o uso de um paquímetro (0,05mm). Os camarões serão separados por classes de tamanho a serem determinadas pela amplitude do CT. Serão considerados jovens os espécimes que apresentarem tamanho inferior ao do menor indivíduo com apêndice masculino ou feminino observados. O recrutamento será avaliado pela presença do maior número de jovens na população durante os meses de coleta. A razão sexual será obtida mensalmente e para o total de animais capturados. O teste qui-quadrado (X2) será aplicado para verificar diferenças significativas entre as proporções de machos e fêmeas em relação as classes de tamanhos e períodos amostrados.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Crustacea
estrutura populacional
Macrobrachium
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Biológicas: Zoologia
Idioma: pt_BR
País de publicação: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da Instituição: UFAM
Faculdade, Instituto ou Departamento: Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiara
Nome do programa: PROGRAMA PIBIC 2012
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3029
Data do documento: 31-jul-2013
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.