Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3237
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: A interpretação schopenhaueriana da tragédia
metadata.dc.creator: Bruno Victor Brito Pacifico
metadata.dc.contributor.advisor1: Theo Machado Fellows
metadata.dc.description.resumo: A interpretação de Schopenhauer da tragédia faz parte de um conjunto de interpretações modernas da tragédia, que, a partir de Schelling, recebe do pensador húngaro Peter Szondi a denominação de filosofia do trágico. O objetivo destas interpretações é encontrar na tragédia um fundamento metafísico que permita ao idealismo pós-kantiano superar as barreiras impostas por Kant ao conhecimento transcendente. Em Schopenhauer, a função metafísica da tragédia vai além: ela oferece, além de um conhecimento das essências, uma ética que, inspirada no agir do herói trágico, permite ao homem atingir a negação da Vontade, objetivo supremo de sua filosofia.
Abstract: 
Keywords: Schopenhauer
Tragédia
Estética
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Humanas: Filosofia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Filosofia
Instituto de Ciências Humanas e Letras
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2012
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3237
Issue Date: 31-Jul-2013
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.