Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3245
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Povo brasileiro: da discriminação a afirmação no sistema escolar.
metadata.dc.creator: Mirian da Silva Carvalho
metadata.dc.contributor.advisor1: Ivani Ferreira de Faria
metadata.dc.description.resumo: A obrigatoriedade da Lei 11.645/08, diz respeito à inclusão da História da África e cultura afro-brasileira e indígena no currículo escolar. Tal abordagem não determina a existência de uma disciplina especifica e solta. Sua proposta diz respeito a produção de conhecimentos e formação de atitudes e valores capazes de educar cidadãos conscientes de seu pertencimento étnico-racial. Mas o que percebemos é que as instituições de ensino não estão atentas a esta lei tampouco com recrusos humanos preparados para o desenvolvimento desta açao. A identidade do indivíduo é o seu elemento prioritário para justificar o seu pertencimento ao grupo social. Desta forma é destinado às instituições de ensino permitir e valorizar essa construção social ao estudante. A escola deve estar atenta ao seu papel social, permitindo ao aluno, vivenciar o aprendizado da convivência e no respeito às diferenças, mas acima de tudo com a compreensão da história e cultura, formada a partir de uma construção vivida e necessária para a sua formação cidadã. As Leis 10.639/03 e 11.645/08 é simbolicamente uma correção do estado brasileiro pelo débito histórico em políticas públicas em especiais para a população negra e indígena.Na verdade é um direito de todos os brasileiros conhecer melhor as contribuições gerais que entrelaçadas fazem do Brasil um país rico em diversidade cultural. No caso do estado do Amazonas e de Manaus, onde a presença de indígenas é superior a de afrodescentes, cuja identidade esta baseada nas diversas culturas indígenas que habitam esta região , ainda encontramos preconceitos de todo tipo cultural, social etc. Posto que existe uma Lei que nos assegura o acesso ao ensino das culturas e demais contribuições do povo indígena e afrodescendentes, procura-se investigar o que tem acontecido nas salas de aula e como ocorre o processo de ensino/aprendizagem na prática.
Abstract: 
Keywords: povo, cultura, dicriminaçao
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Humanas: Geografia Humana
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Geografia
Instituto de Ciências Humanas e Letras
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2012
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3245
Issue Date: 31-Jul-2013
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.