Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3491
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Perfil químico e toxicidade de óleos essenciais e extratos brutos de duas espécies de Piperaceae
metadata.dc.creator: Regiane Gonçalves
metadata.dc.contributor.advisor1: Renata Takeara
metadata.dc.description.resumo: Os óleos essenciais constituem os elementos voláteis contidos em muitos órgãos vegetais e estão relacionados com diversas funções necessárias à sobrevivência vegetal, exercendo papel fundamental na defesa contra microrganismos. Eles ainda são utilizados em indústrias de alimentos, perfumes e cosméticos. O Brasil tem lugar de destaque na produção de óleos essenciais, ao lado da Índia, China e Indonésia. A posição do Brasil deve-se aos óleos essenciais de cítricos, que são subprodutos da indústria de sucos. A família Piperaceae compreende aproximadamente três mil espécies distribuídas em oito gêneros, dos quais se destacam os gêneros Piper, Peperomia e Pothomorphe. No Brasil ocorrem aproximadamente 460 espécies em cinco gêneros, muitas delas extremamente comuns na Mata Atlântica. A família é muito importante como fonte de substâncias com atividade farmacológica, especialmente do gênero Piper, o mais estudado e conhecido do ponto de vista químico. Devido à ampla ocorrência e abundância no Brasil, várias espécies dessa família foram referidas como medicinais. O estudo da composição química e das atividades biológicas de plantas da Região Amazônica é de grande importância, visto que a floresta amazônica possui um grande potencial inexplorado. Muitas dessas plantas podem não ter sido submetidas a investigações químicas e/ou biológicas. Sendo assim, o objetivo deste projeto é avaliar o perfil químico e a toxicidade de óleos essenciais e extratos brutos de espécies de Piperaceae. Partes aéreas de Piper marginatum e Piper sp serão coletadas na região de Itacoatiara a cada dois meses para análise da variação sazonal do rendimento dos óleos essenciais, que serão obtidos por hidrodestilação do material fresco em aparelho de Clevenger. Os rendimentos serão calculados baseados no peso das folhas. O material vegetal será coletado novamente para preparo de extratos brutos. As folhas serão secas e moídas e extraídas com etanol em aparelho de Soxhlet. Em seguida serão concentrados até remoção de todo solvente. Os extratos secos serão analisados através de ensaios cromáticos usuais utilizando-se os reagentes convencionais para detecção de grupos fenólicos específicos, alcalóides, terpenos e em placas cromatográficas de gel de sílica, utilizando reveladores específicos para cada classe química. Os óleos essenciais serão submetidos à análise em cromatógrafo a gás acoplado a espectrômetro de massas para identificação dos constituintes químicos. A toxicidade dos óleos essenciais e extratos brutos frente ao microcrustáceo Artemia salina será avaliada conforme metodologia descrita na literatura.
Abstract: 
Keywords: óleo essencial
Piperaceae
toxicidade
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde: Farmacognosia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiara
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2012
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3491
Issue Date: 31-Jul-2013
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.