Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4581
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Caracterização química e avaliação da capacidade de inibição das enzimas alfa-amilase e alfa-glucosidase pelos extratos brutos e frações de espécies de Piperaceae
metadata.dc.creator: Regiane Gonçalves
metadata.dc.contributor.advisor1: Renata Takeara
metadata.dc.description.resumo: A família Piperaceae é classificada entre as mais primitivas famílias entre as angiospermas, subdividida em cinco gêneros: Verhuellia, Zippelia, Manekia, Piper e Peperomia. O gênero Piper agrega mais de 1.000 espécies que se distribuem geograficamente pelas regiões subtropicais, tropicais e temperadas de ambos os hemisférios. As espécies do gênero Piper produzem nas suas folhas diversos tipos de produtos biologicamente ativos, incluindo fenilpropanóides, lignóides e flavonoides. Piper marginatum é conhecida popularmente como Caapeba-cheirosa ou Malvarisco. Estudos de atividade antimicrobiana de extratos hidroalcoólicos mostraram que Piper marginatum é ativa contra os microrgarnismos Staphylococcus aureus e Bacillus subtilis. Recentemente o diabetes deixou de ser considerada uma desordem moderada de idosos para uma das causas principais de morbidez e mortalidade. As enzimas amilase e glucosidase são responsáveis pelo processamento de carboidratos provenientes da dieta, atuando na quebra do amido e na absorção de monossacarídeo. Dessa forma, inibidores dessas enzimas, presentes em plantas, oferecem uma estratégia promissora para o controle da hiperglicemia associada ao diabetes tipo 2, obesidade e hipertensão através da redução da quebra do amido e da absorção da glicose no intestino. Algumas espécies da família Piperaceae tem se mostrado ativas, mas ainda são poucos frente à diversidade e possibilidades químicas e farmacológicas dessa família. O objetivo deste trabalho será determinar a atividade inibitória enzimática dos extratos brutos e frações de Piper marginatum e Piper sp. Partes aéreas das duas espécies serão coletadas na região de Itacoatiara-AM para o preparo de extratos brutos, o material seco e moído será extraído sob refluxo com etanol a 70%, e em seguida será concentrado até remoção de todo solvente em evaporador rotatório. O fracionamento dos extratos brutos será realizado pelo processo de partição líquido-líquido utilizando solventes de polaridade crescente (hexano, clorofórmio, acetato de etila e butanol), e em seguida será concentrado até remoção de todo o solvente em evaporador rotatório. Os extratos e frações secos serão analisados através de ensaios cromáticos usuais utilizando-se reagentes convencionais para detecção de grupos fenólicos específicos, tais como solução de cloreto férrico e marcha fitoquímica, para alcalóides (Dragendorff), terpenos (Lieberman-Buchard) e em placas cromatográficas de gel de sílica, utilizando reveladores específicos para cada classe química. Os extratos e frações serão analisados quanto sua capacidade inibitória enzimática. A análise enzimática de alfa-amilase baseia-se na capacidade da amostra inibir a produção de maltose pela ação da enzima alfa-amilase sobre o amido. Enquanto que a alfa-glucosidase baseia-se na capacidade da amostra inibir a produção de glicose, liberada na quebra do substrato pela enzima.
Abstract: 
Keywords: Piperaceae
prospecção química
ensaio enzimático
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde: Farmacognosia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiara
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2014
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4581
Issue Date: 31-Jul-2015
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.