Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4773
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Síntese e Caracterização de Nanopartículas Inorgânicas com aplicação na área médica
metadata.dc.creator: Eline Mirtes Martins da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Karen Segala
Resumo: Nos últimos anos a nanotecnologia tem emergido com um crescimento sem precedentes em diversas áreas da ciência e tecnologia com inúmeras aplicações a fim de se produzir novos materiais em escala nanométrica. A prata constitui um importante agente antimicrobiano, eficaz contra diversos micro-organismos patogênicos conhecidos desde a antiguidade. Na forma de NPs, as propriedades dos materiais são enormemente aumentadas em virtude do aumento dos pontos de contato disponíveis no material. A medicina tem demonstrado que a prata destrói mais de 650 organismos patogênicos. Porém, o uso da prata em partículas de dimensões na escala micrométrica causa a obstrução das membranas celulares, levando ao envenenamento por prata, conhecido como argyria. Todavia, este problema pode ser resolvido com o uso de prata em escala nanométricas, com dimensões até 100 nm. Essas partículas são tão finamente dispersas que podem circular pelas membranas celulares sem ocasionar danos aos seres vivos. No entanto, seu potencial antimicrobiano é dependente das dimensões das partículas, sendo o mecanismo de ação destas NPs dependente do tipo de micro-organismo. Este projeto de pesquisa tem como objetivo preparar e caracterizar nanopartículas inorgânicas, tais como, Ag e ZnO, visando aplicação em dispositivos utilizados na área médica. A formação das NPs de Ag e dos NCs de ZnO serão monitorados por UV-vis e caracterizados por dispersão de luz dinâmica (DLS) e Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV) e Difração de Raios-X (EDX). As características antissépticas serão verificadas pela formação de um halo de inibição do crescimento bacteriano em placas de microcultivo, na presença de bactérias e leveduras oportunistas. O desenvolvimento de nanomaterias com características antissépticas e luminescentes se apresentam como uma opção interessante e promissora na área da saúde.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: nanopartículas de Ag e de ZnO
antissépticas
luminescentes
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Exatas e da Terra: Quimica Inorganica
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Química
Instituto de Ciências Exatas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2014
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4773
Data do documento: 31-jul-2015
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.