Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4797
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Avaliação de atividades biológicas em extratos de Aspidosperma desmanthum, Macoubea guianensis e Aspidosperma Nitidum. (família Apocynaceae).
metadata.dc.creator: João Lucas da Silva Rufino
metadata.dc.contributor.advisor1: Daniel Tarcíso Martins Pereira
metadata.dc.description.resumo: As plantas são fontes naturais ricas em compostos capazes de exercer as mais diversas ações farmacológicas. Essa característica, aliada á sua grande diversidade química, faz dos produtos de origem vegetal excelente matéria-prima para a síntese de novos fármacos. A família Apocynaceae Juss, destaca-se dentro da biodiversidade vegetal brasileira por conter um grande número de espécies utilizadas principalmente como ornamentais, medicinais e na construção civil. São ricas em glicosídeos e alcaloides, presentes especialmente nas sementes e no látex, de onde são extraídas substâncias como leucocristina e a viscritina (Catharamthus roseus (L.) Don) utilizadas no tratamento do câncer. Apesar das muitas aplicações e usos das espécies de Apocynaceae, elas se destacam especialmente por serem reconhecidamente produtoras de substâncias bioativas como iridóides, glicosideos cardioativos e alcalóides, especialmente os alcalóides indólicos. Todas as plantas produzem metabólitos secundários que constituem uma fonte de substâncias bioativas e o atual interesse científico tem aumentado devido à busca por novos medicamentos originados de plantas. O mosquito Aedes aegypti é o vetor que transmite as arboviroses responsáveis pela dengue e a dengue hemorrágica, doenças consideradas um importante problema de saúde pública mundial. A estratégia mais amplamente adotada para diminuir a incidência dessas doenças consiste em controlar a população de larvas do mosquito. Devido ao intenso uso de praguicidas, muitas espécies desenvolvem vários mecanismos de defesa para a sua sobrevivência, consequentemente, ocorre a redução da eficácia do produto devido à morte de todos os indivíduos suscetíveis, restando apenas os imunes ao produto. A resistência bacteriana é considerada um problema de saúde pública mundial atraindo atenção de órgãos governamentais e internacionais como, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), OMS, Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e associações de controladores de infecções hospitalares, além da indústria farmacêutica internacional. A resistência aos antimicrobianos pode estar relacionada ao uso indiscriminado de antibióticos. Estudos brasileiros registram que a prescrição de antimicrobianos em hospitais de ensino foi inadequada em 25 a 50% dos casos, principalmente devido à escolha incorreta do medicamento, dose ou tempo de tratamento. Estes fatos contribuem para os altos índices de infecções hospitalares e o aumento de microorganismo resistente. Neste sentido, este trabalho irá avaliar a atividade citotóxica frente ao microcrustáceo Artemia salina Leach, antimicrobiana, fitoquímica e larvicida contra o mosquito Aedes aegypti das espécies Aspidosperma desmanthum, Macoubea guianensis e Aspidosperma Nitidum pertencentes à família Apocynaceae.
Abstract: 
Keywords: Apocynacea
fitoquimica e atividades biológicas
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Exatas e da Terra: Quimica dos Produtos Naturais
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiara
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2014
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4797
Issue Date: 31-Jul-2015
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.