Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4889
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Padrão de ocorrência da ictiofauna em referência a escala espacial e temporal em lagos de várzea.
metadata.dc.creator: Gisellen Mc Comb Lima
metadata.dc.contributor.advisor1: Flávia Kelly Siqueira de Souza
metadata.dc.description.resumo: As áreas de várzeas Amazônica, apresentam como principal característica a influência direta da sazonalidade do nível das águas, com períodos de água altas e baixas. Esta dinâmica modifica completamente as áreas alagadas afetando os organismos que ali habitam, a exemplo da ictiofauna que precisa adquirir adaptações morfológicas, fisiológicas e comportamentais para permanecer no ambiente, especialmente em condições limítrofes. O fato de ambientes heterogêneos espacialmente acomodarem mais espécies, está relacionado a maior possibilidade de nichos que gerem diferentes áreas de obtenção alimentar, reprodução, crescimento e que sirva como refúgio contra predadores, fatores estes que propiciam a alta biodiversidade e melhor sobrevivência das populações de peixes. Os lagos de várzea, comumente oferecem três tipos de habitats que auxiliam a ictiofauna durante a fase do seu ciclo de vida, a saber a região central dos lagos, a área marginal com bancos de macrófitas aquáticas e a floresta circundante que se torna alagada no periodo de águas altas. As coletas do estudo ocorrerão em seis lagos de várzea, localizados entre as cidades de Iranduba e Manacapuru AM, nas quatro fases do ciclo hidrológico. O apetrecho utilizado nas pescarias será rede de emalhar com tamanho de malhas variando de 30 a 120mm entre nós opostos dispostas em cada um dos habitats mencionados. O tempo de pescaria será de 24 horas em cada lago com despescas ocorrendo a cada seis horas. Após a coleta, os peixes serão triados, identificados e realizada biometria, através de medidas de peso total (gr.) e comprimento padrão (cm). Depois os dados gerados serão tabulados e analisados com referencia a escala espacial (ictiofauna encontrada em cada habitat) e temporal (ictiofauna encontrada em cada periodo hidrológico). Dentre os índices ecológicos e técnicas na análise de dados utilizados no estudo, mencionamos: riqueza, abundancia numérica e por peso, diversidade, equitabilidade, dominância, Constancia das espécies, análise de variância e técnicas multivariadas.
Abstract: 
Keywords: Peixes, hterogeneidade, áreas alagadas
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Engenharia de Pesca
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Pesqueiras
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2014
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4889
Issue Date: 31-Jul-2015
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.