Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4904
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Características morfológica e fisiológicas de espécies florestais crescendo em ambientes contrastantes de irradiância.
metadata.dc.creator: Gabriela Pimentel de Aguiar
metadata.dc.contributor.advisor1: Marciel José Ferreira
metadata.dc.description.resumo: No ambiente florestal observa-se grande heterogeneidade quanto à disponibilidade de luz tanto no que concerne ao aspecto espacial (diferentes estratos florestais, ambientes de sub-bosque e áreas de clareiras) quanto ao caráter temporal (sazonalidade). a disponibilidade de luz é um fator essencial para o fluxo de energia nos sistemas biológicos, influenciando diretamente os processos fisiológicos vegetais. O crescimento da planta é fortemente determinado por sua capacidade de interceptar a luz solar e pela eficiência em utilizar a energia luminosa no processo fotossintético. Espécies típicas de ambientes abertos possuem folhas mais espessas com maior densidade de tecidos e menor área foliar, bem como menor concentração de clorofilas por unidade de massa foliar. Apesar das estratégias adotadas serem evidentes, a relação entre estas características (nitrogênio foliar, pigmentos cloroplastídicos e área foliar específica) em plantas crescendo sob ambientes de baixa e alta irradiância ainda não está bem estabelecida. Entender o comportamento das respostas em níveis fisiológicos e morfológicos é fundamental para se identificar o grau de aclimatação das espécies à variação na disponibilidade dos recursos primários, podendo contribuir para a definição de estratégias mais adequadas de conservação e manejo de espécies florestas nativas. Portanto, o objetivo geral deste estudo é investigar o desempenho e as relações entre características fisiológicas e morfológicas foliares de espécies florestais crescendo em ambientes contrastantes de irradiância (dossel e sub-bosque florestal). Esta proposta faz parte de um projeto maior com duração de três anos e financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM) no âmbito do Green Ocean Amazon Experiment (GoAmazon). O projeto Entendendo a Resposta do Metabolismo Fotossintético em Florestas Tropicais à Variação Sazonal do Clima tem como objetivo geral determinar o que controla a resposta da fotossíntese em florestas amazônicas à variação sazonal do clima. Três níveis de informação serão obtidos para resolver as perguntas sobre a sazonalidade da fotossíntese em florestas tropicais, incluindo informação sobre a sazonalidade dos processos fisiológicos em nível foliar, tema da presente proposta.
Abstract: 
Keywords: Ecofisiologia
Luz
Amazônia
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Recursos Florestais e Engenharia Florestal
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Florestais
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2014
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4904
Issue Date: 31-Jul-2015
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.