Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4908
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: ESPACIALIZAÇÃO, PERCEPÇÃO AMBIENTAL E ETNOCONSERVAÇÃO DE ESPÉCIES DE MÚLTIPLO USO POR AGRICULTURA FAMILIAR NO MUNICÍPIO DE BENJAMIN CONSTANT, AM.
metadata.dc.creator: Djalma Jacaúna Neves Pereira Júnior
metadata.dc.contributor.advisor1: Sandra do Nascimento Noda
metadata.dc.description.resumo: Os trabalhos existentes, em Etnoecologia, revelam a existência de número crescente de estudos sobre as populações tradicionais e sua importância para a compreensão da biodiversidade, segundo Diegues & Arruda (2001) apontam para o fato da maioria destes trabalhos (56,7%) serem sobre os povos da Amazônia.É consenso, na atualidade, que o futuro do homem da Amazônia, está na sua capacidade de encontrar alternativas de desenvolvimento social, econômico, cultural e político. Também é certo que essas alternativas devem ser geridas a partir dos recursos e das riquezas existentes na Amazônia, e uma dessas alternativas são as hortaliças amazônicas.O sistema da agricultura familiar praticado na região caracteriza-se pela conservação dos recursos biológicos com sustentabilidade no sistema produtivo, onde a manutenção dos componentes desse sistema, além de garantirem a diversidade biológica e genética, favorece a reciclagem de nutrientes e o uso dos ambientes em combinação com a atividade agrícola, extrativismo vegetal e animal. Este tipo de agricultura baseia-se na participação dos filhos, esposa e geralmente algum agregado familiar, onde as atividades são realizadas no ambiente agrícola e/ou florestas, combinando agricultura com o extrativismo vegetal.Neste contexto fazem-se necessários esforços, no sentido de capacitação dos agricultores em áreas técnicas e gerenciais, com enfoque nas estratégias de conservação dos recursos naturais das várzeas, bem como na melhoria da renda, da qualidade e condições de vida desses agricultores e, suas famílias nas localidades em geral. Os Sistemas Agroflorestais (SAF´s) vêm sendo apontados como uma alternativa tecnológica de produção, sob regime sustentável. Isto é porque, a diversidade ambiental manejada pela agricultura familiar está presente em diferentes escalas e, corresponde à diversidade sociocultural identificada, por pesquisas de diferentes instituições.Caracterizar a percepção ambiental representada pelos saberes dos agricultores familiares sobre as plantas de múltiplo uso ajudará no entendimento da diversidade ambiental e sociocultural local e possibilitará o reconhecimento e valorização dos conhecimentos ambientais das populações rurais na conservação da biodiversidade. Também lança-nos o desafio de pensar em políticas agrícolas e agrárias sustentáveis, incluindo assim estas populações nas pautas de discussão, pois afinal, também são elas as responsáveis pela sobrevivência de grande parcela da humanidade e pela manutenção da Agrobiodiversidade regional.
Abstract: 
Keywords: recursos vegetais
agricultura familiar
saber
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Agronomia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Fund. Des. Agrícola
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2014
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4908
Issue Date: 31-Jul-2015
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.