Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4940
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Elton Augusto Lehmkuhl
dc.creatorAdriene Núzia de Almeida Santos
dc.date.accessioned2016-09-23T15:58:56Z-
dc.date.available2016-09-23T15:58:56Z-
dc.date.issued2015-07-31
dc.identifier.urihttp://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4940-
dc.description.abstractpt_BR
dc.description.resumoA região amazônica possui uma vasta diversidade em recursos alimentícios que podem ser utilizados para integrar uma lista de ingredientes na formulação de dietas para frangos de corte. O guaraná é utilizado na região norte e nos diversos estados, na ectofarmacologia, como fonte de composto energético. As pesquisas envolvendo a utilização de alimentos não convencionais vêm ganhando atenção. O guaranazeiro é uma planta nativa da Amazônia que produz o fruto conhecido como guaraná, o seu produto de maior interesse comercial são as sementes, principalmente por causa de suas propriedades medicinais e estimulante, apresentando em sua composição metil- xantinas que estimulam o sistema nervoso central como a cafeína. A cafeína é um derivado metilado, considerado como a substância psicoativa mais consumida em todo o mundo. Esse alcaloide está presente na natureza em mais de 63 espécies de plantas, entre eles, o guaranazeiro, podendo possivelmente atuar como estimulante ao consumo de ração e consequentemente ao ganho de peso e conversão alimentar dos frangos de corte. É crescente o uso de aditivos na dieta de frangos de corte nas diferentes fases de produção, através deste projeto será possível detectar alterações nas microvilosidades intestinais em virtude da adição do Guaraná em Pó como aditivo ás dietas. Serão utilizados 240 pintos de corte da linhagem Cobb. Inicialmente as aves serão utilizadas em um experimento de desempenho, recebendo os mesmos tratamentos, aos 42 dias de idade as aves serão abatidas e coletadas amostras dos segmentos do trato gastro intestinal para a biometria. O coração, fígado e moela limpa serão pesados, em seguida serão coletados fragmentos dos diferentes segmentos, fixados em solução de paraformaldeído a 4%, processados e incluídos em paraplast. Em seguida, os materiais coletados passarão por coloração com Hematoxilina e Eosina e examinados ao microscópio binocular Olympus CBA.pt_BR
dc.description.sponsorshipFAPEAMpt_BR
dc.formatPDF
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Zootecnia e Ciências Sociais Aplicadas - Parintinspt_BR
dc.publisher.departmentpt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA PIBIC 2014pt_BR
dc.publisher.initialsUFAMpt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subjectguaraná
dc.subjectfrango de corte
dc.subjectaditivo
dc.subject.cnpqCiências Agrárias: Zootecniapt_BR
dc.titleHistologia do trato gastrointestina de frangos de corte recebendo guaraná em pó (Paulinia cupana) como aditivo na dietapt_BR
dc.typeRelatório de Pesquisapt_BR
dc.pibic.cursoZootecniapt_BR
dc.pibic.tipobolsa
dc.pibic.nrprojetoPIB-A/0136/2014
dc.pibic.projetoHistologia do trato gastrointestina de frangos de corte recebendo guaraná em pó (Paulinia cupana) como aditivo na dieta
dc.pibic.dtinicio2014-08-01
dc.pibic.dtfim2015-07-31
dc.contributor.colaboradorBernardo Berenchtein
dc.contributor.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8552334902294330
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.