Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5383
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: ONTOLOGIAS DE VOCABULÁRIOS PARA INDEXAÇÃO DE PROJETOS DE PIBIC: estudo de caso da Iniciação Científica na UFAM.
metadata.dc.creator: Danielle Chaves Carmim
metadata.dc.contributor.advisor1: Katia Viana Cavalcante
Resumo: O uso de uma linguagem de indexação para padronização das informações dos projetos de PIBIC desenvolvidos pelos pesquisadores da UFAM pode aumentar a confiabilidade, precisão, exatidão e relevância das informações. Esse processo de indexação acontece pelo uso de linguagem natural ou linguagem controlada, como por exemplo, os Tesauros. A utilização de ferramentas adequadas para a representação das informações contidas nos projetos permitirá ainda, a redução do tempo de resposta no processo de busca, além de eliminar ambiguidades criadas na terminologia em razão de sinônimos, homógrafos, diferenças de escrita, formas das palavras, que normalmente se transformam em barreiras nos sistemas de comunicação, armazenamento e recuperação de informação. Para que a recuperação da informação atenda satisfatoriamente à demanda dos usuários e gestores do Programa de Iniciação Cientifica, um dos principais requisitos a se considerar é a existência de uma linguagem conceituada, definida e controlada na escolha dos termos que permitam a identificação destes com menor grau de subjetividade. As ferramentas de indexação e recuperação da informação, sejam elas em linguagem natural ou documentária, objetivam não só o estabelecimento do controle terminológico, mas, sobretudo, determinam os termos que devem ser usados na estratégia de busca e recuperação. Atualmente, os sistemas convencionais de consultas utilizam técnicas de base sintática sobre uma forma de adequação léxica, mais do que uma aplicação da base de conhecimento do campo de interesse. A relevância deve ser preferencialmente estimada num nível de conhecimento profundo do domínio de problema em questão. Neste sentido, algumas propostas envolvem a criação de metadados que seguem modelos de ontologias. A pesquisa possui uma abordagem quali-quantitativa, pois pretende desenvolver uma análise qualitativa, no entanto, será apresentada também sob a forma quantitativa. Dessa maneira, os dados coletados serão descritos quantitativamente, sendo interpretados de modo a construir o conjunto de termos para catalogação dos projetos.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Ontologias
Catalogação e Classificação
Sistema de Recuperaç
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Sociais Aplicadas: Ciencia da Informacao
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Biblioteconomia
Instituto de Ciências Humanas e Letras
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2015
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5383
Data do documento: 31-jul-2016
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.