Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5693
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Estudo da interação magnética entre ímãs baseado em experimentos de mecânica estática
metadata.dc.creator: Gonçalves, Rogério
metadata.dc.contributor.advisor1: Alves, Pericles Vale
metadata.dc.contributor.referee1: Pinho, José Alberto do Nascimento
metadata.dc.contributor.referee2: Menezes Júnior, Evanizio Marinho de
metadata.dc.description.resumo: O magnetismo é estudado, até os dias de hoje, através das interações entre um campo magnético e uma partícula carregada em movimento, ou entre dois condutores com correntes paralelas. Fenômenos esses que não são observáveis, pois não se vê um próton ou um elétron isolado na natureza isento de interação elétrica. A impossibilidade da visualização de fenômenos dessa natureza, dificultam a obtenção de dados experimentais para o cálculo da força magnética, ou requerem equipamentos que nem todas as instituições de ensino possuem. Nota-se que estes fatos colaboram na complexidade do assunto, não sendo tão simples contextualizá-lo com o cotidiano dos estudantes, o que é recomendado por documentos como a BNCC, fatores estes que podem causar ou acrescer um afastamento ou mesmo a ausência deste estudo nas aulas de Física. Ressaltando que para essa contextualização do conteúdo ensinado em sala de aula, com fenômenos já observados pelos estudantes, as aulas experimentais, tanto as demonstrativas como as manipulativas, são uma forma bem didática de fazer essa conexão. Olhando por estas perspectivas, esse trabalho propõe uma abordagem não convencional e de fácil contextualização com o cotidiano dos estudantes, através da interação entre dois ímãs, para o estudo/aprendizagem do magnetismo no ensino de física. Neste sentido foram utilizadas três atividades experimentais distintas para corroborar um modelo matemático para o cálculo da força magnética, em função da distância, de interação entre dois ímãs de neodímio-ferro-boro no formato cilíndrico com diâmetro 12mm e altura 6mm. Pudemos observar pela análise dos resultados, deste trabalho, onde foi comprovado estatisticamente que o modelo proposto é compatível com os dados obtidos experimentalmente nas três atividades realizadas. Isto mostra que o modelo aqui proposto pode ser utilizado para calcular a força de interação entre ímãs, desta especificidade, em qualquer atividade experimental da qual necessita-se que se meça apenas a distância entre os mesmos. Podendo, este modelo, ser utilizado em qualquer escola de educação básica, pois além de requerer materiais de fácil acesso, o mesmo pode ser facilmente contextualizado com o cotidiano dos estudantes, por se tratar de um fenômeno bem corriqueiro.
Abstract: Magnetism is studied to this day through the interactions between a magnetic field and a moving charged particle, or between two conductors with parallel currents. These phenomena are not observable, since one cannot see a proton or an electron isolated in nature free from electrical interaction. The impossibility of visualizing such phenomena makes it difficult to obtain experimental data for the calculation of magnetic force, or require equipment that not all educational institutions have. It is noted that these facts contribute to the complexity of the subject, and it is not so simple to contextualize it with students' daily life, which is recommended by documents such as the BNCC, which may cause or add to the absence or even absence of this study. in physics classes. Noting that for this contextualization of the content taught in the classroom, with phenomena already observed by the students, experimental classes, both demonstrative and manipulative, are a very didactic way to make this connection.Looking at these perspectives, this work proposes an unconventional approach and easy contextualization with students' daily life, through the interaction between two magnets, for the study / learning of magnetism in physics teaching. In this sense, three different experimental activities were used to corroborate a mathematical model for the calculation of the magnetic force, as a function of the distance, of interaction between two neodymium-iron-boron magnets in cylindrical shape with diameter 12mm and height 6mm. We could observe from the analysis of the results of this work, where it was statistically proven that the proposed model is compatible with the data obtained experimentally in the three activities performed.This shows that the model proposed here can be used to calculate the interaction force between magnets of this specificity in any experimental activity requiring only the distance between them. This model can be used in any elementary school because, besides requiring easily accessible materials, it can be easily contextualized with the students' daily life, as it is a very common phenomenon.
Keywords: Proposta de experimentos
Ensino de Física
Eletromagnetismo
Força magnética
metadata.dc.subject.cnpq: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente
metadata.dc.publisher.course: Ciências: Matemática e Física - Licenciatura - Humaitá
Citation: GONÇALVES, Rogério. Estudo da interação magnética entre ímãs baseado em experimentos de mecânica estática. 2019. 38 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Licenciatura em Ciências: Matemática e Física) - Universidade Federal do Amazonas, Humaitá-AM, 2019.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5693
metadata.dc.subject.controlado: Física - Estudo e ensino
Eletromagnetismo
Appears in Collections:Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_RogérioGonçalves.pdf1,37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.