Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2423
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Avaliação do Impacto ambiental causado por efluentes de viveiros de Piscicultura
metadata.dc.creator: Paulo Roberto da Silva Torres
metadata.dc.contributor.advisor1: Maria Anete Leite Rubim
metadata.dc.description.resumo: A piscicultura, como atividade zootécnica, utiliza significativas quantidades de água em seus processos produtivos, deteriorando sua qualidade e gerando efluentes com características que podem comprometer o meio ambiente receptor. Sabe-se que os rios e córregos adjacentes aos sistemas de cultivo podem receber, via efluentes, cargas elevadas de nutrientes, acelerando o processo de eutrofização. Essa carga é composta de material orgânico e inorgânico, através da eliminação de muco, fezes e urina, alimento não ingerido, descamação, vitaminas e agentes terapêuticos que podem também ter efeitos negativos sobre a qualidade da água. O objetivo deste trabalho é avaliar os potenciais impactos da piscicultura e a possibilidade de diluição da carga poluidora ao longo de um gradiente no corpo d água receptor. A pesquisa será realizada em um empreendimento localizado na rodovia AM-010, Km 114 e serão avaliadas as características da água de origem (abastecimento) e do efluente, em quatro periodos: 1) período chuvoso; 2) período sem chuva; 3) com despesca e 4) sem despesca. O empreendimento possui sistema de cultivo intensivo, com finalidade de produção de tambaqui e matrinxã em 10 viveiros escavados, com área total de 12 ha. A ração é oferecida de acordo com a biomassa, sendo ração extrusada com 28 % PB para as diferentes fases de cultivo. Serão medidos o oxigênio dissolvido, pH, sólidos totais em suspensão, condutividade elétrica e análise em laboratório de fósforo, turbidez e amônia. Para análise detalhada do impacto no ambiente, serão realizadas coletas ao longo de um transecto no corpo d água receptor a cada 100 metros, a fim de avaliar possíveis diluições, para posteriormente relacionar com a biomassa dos peixes, quantidade de ração oferecida e vazão do recurso hídrico receptor. Serão coletadas amostras da água de entrada (afluente) e saída (efluente geral da piscicultura), com três repetições em cada área de coleta. O teste t para dados emparelhados, que se baseia na média das diferenças, será realizado para comparar os valores dos parâmetros dos efluentes com a água de abastecimento.
Abstract: 
Keywords: efluentes, piscicultura, impacto ambiental
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Aquicultura
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Pesqueiras
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2423
Issue Date: 31-Jul-2012
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.