Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4640
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Análise de Associação do Polimorfismo -1082G/A da Citocina IL-10 e sua Influência na Artrite Reumatoide
metadata.dc.creator: Rafael Rodrigues Costa Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: Antonio Luiz Ribeiro Boechat Lopes
metadata.dc.description.resumo: A artrite reumatoide (AR) é uma doença autoimune, de etiologia desconhecida marcada por sinovite crônica cuja progressão leva frequentemente a deformidades articulares e incapacidade. Diversos estudos indicaram a presença de citocinas pró-inflamatórias na sinóvia de portadores de AR como responsáveis pela patogenia da inflamação, dentre elas: fator de necrose tumoral α (TNF-α) (CHU e colaboradores, 1991), interleucina 1 (IL-1) (DELEURAN e colaboradores, 1992), interleucina 6 (IL-6) (HIRANO e colaboradores, 1988), fator estimulador de colônia de granulócitos (GM-CSF) (HAWORTH e colaboradores, 1991), interferon γ (INF-γ) e interleucina 2 (IL-2) (STREET; MOSMANN, 1991). Todas essas citocinas apontam o padrão de resposta inflamatória Th1 como predominante na patogenia da AR (MILTENBURG e colaboradores, 1992). A interleucina 10 (IL-10) é uma citocina regulatória homodimérica de 36kDa (FIORENTINO e colaboradores, 1989) produzida principalmente por células T helper, como os monócitos, linfócitos B (KOVACS, 2010) e linfócitos T (MOORE e colaboradores, 1993). Segundo TURNER e colaboradores (1997), mutações em regiões promotoras dos genes de citocinas alteram o locais específicos de reconhecimento dos fatores de transcrição e levam a uma modificação na atividade transcricional desses fatores, influenciando a produção de citocinas. Desse modo, TURNER e colaboradores (1997) identificaram mutações em um único nucleotídeo em três regiões promotoras do gene de IL-10: -1082(mutação: G/A), -819(mutação: C/T) e -592(mutação: C/A), capazes de influenciar a produção celular de IL-10.Portanto, questiona-se se essa redução da produção de IL-10 é suficientemente significativa ao ponto gerar uma resposta reguladora ineficaz e permitir o desenvolvimento de formas mais graves de artrite reumatoide em portadores do polimorfismo -1082G/A.
Abstract: 
Keywords: Polimorfismos
Gene IL10
Artrite Reumatoide
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde: Reumatologia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Parasitologia
Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2014
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4640
Issue Date: 31-Jul-2015
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
File SizeFormat 
Relatório_Final_PIBIC_TRAF1_RAFAEL_RODRIGUES_COSTA_OLIVEIRA.pdf428,15 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.