Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5020
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Produção de bioetanol a partir de resíduos agrícolas regionais por microrganismos amazônicos
metadata.dc.creator: Thaynara Chagas Soares
metadata.dc.contributor.advisor1: Antonia Queiroz Lima de Souza
Resumo: Apesar das diversas pesquisas envolvendo fungos, bactérias e outros seres vivos apontarem a região Amazônica como uma fonte promissora da biodiversidade e de recursos naturais devido aos fatores bioticos e abióticos que a compõem, este potencial ainda é pouco explorado. Sabe-se que os microrganismos são uma parte essencial na vida da floresta amazônica, cuja atividade é favorecida pelo próprio clima, úmido e quente. A microbiota neste ambiente tem coevoluido com a vegetação, aprimorando e selecionando os organismos mais bem adaptados. Considerando isto, em trabalhos anteriores foram selecionados fungos capazes de quebrar eficientemente a biomassa vegetal e bactérias fermentadoras capazes de transformar os açúcares livres em etanol. Dando prosseguimento às pesquisas iremos utilizar ferramentas de análises multifatoriais para apriomorar a produção do bioetanol de forma sustentável a partir de biomassas regionais.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Resíduos agricolas
Fermentação
Bioetanol de 2a. Geração
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Agrárias: Aproveitamento de Subprodutos
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Bionorte
PPG - Bionorte
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2015
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5020
Data do documento: 31-jul-2016
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.