Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5089
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Avaliação da atividade antimicrobiana de extrato aquoso e frações solúveis obtidas a partir de sementes de Caesalpinia ferrea
Autor(a): Lucas de Souza Falcão
Orientador(a): Ana Flávia Alves Parente
Resumo: A biodiversidade amazônica é considerada um patrimônio com alto valor estratégico especialmente pelo seu potencial como fonte abundante de recursos genéticos. Nesse contexto, a Amazônia representa um extenso campo para introduzir sistemas ambientalmente responsáveis utilizando os produtos extraídos dessa diversidade como fonte de riqueza. Nesse sentido, a importância da busca por organismos, genes, enzimas, compostos ou processos que possam ter um potencial econômico e, eventualmente, levar ao desenvolvimento de um produto, representam uma alternativa para o desenvolvimento da região. Nesse sentido, estudos visando à descoberta de novas moléculas são extremamente relevantes pela contribuição científica e também para o desenvolvimento da região. O potencial econômico de novas biomoléculas é ainda mais significativo na região amazônica, pois agrega valor à biodiversidade local resultando na maior preservação do bioma. A espécie de leguminosa C. ferrea tem sido alvo de diversos estudos de bioprospecção devido à sua extensiva utilização com finalidades terapêuticas. Nesse sentido, diversos estudos têm sido conduzidos no sentido de isolar e caracterizar moléculas dessa espécie de leguminosa para fins comerciais, especiamente putativos fármacos. Diante do exposto, o estudo proposto visa a avaliação do potencial dessa espécie como fonte de moléculas com atividade antimicrobiana, incluindo fungos e bactérias. Diversos estudos têm relatado a inibição do crescimento de culturas de micro-organismos por extratos obtidos a partir de espécies do gênero Caesalpinia. No entanto, até o momento poucas moléculas foram isoladas e a caracterização da fonte dessa atividade antimicrobiana ainda permanece obscura. A busca por novos agentes no combate à fungos e bactérias é instigada pelo crescente desenvolvimento e a disseminação da resistência antimicrobiana, que representa uma ameaça global para a medicina moderna, além de limitar as possíveis opções de tratamento disponíveis. Por esse motivo, o estudo do potencial de atividade antimicrobiana em Caesalpinia ferrea faz parte de um conjunto de ações que tem como objetivo trazer a luz novas moléculas putativamente promissoras. A proposta trará ao bolsista Lucas Souza Falcão a oportunidade de dar continuidade ao trabalho iniciado durante suas atividades realizadas pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) 2014.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Caesalpinia ferrea
atividade antimicrobiana
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Biológicas: Bioquimica
Idioma: pt_BR
País de publicação: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da Instituição: UFAM
Faculdade, Instituto ou Departamento: Ciências Fisiológicas
Instituto de Ciências Biológicas
Nome do programa: PROGRAMA PIBIC 2015
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5089
Data do documento: 31-jul-2016
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.